Porque eu amo. Mesmo chorando, mesmo doendo, mesmo me fazendo sentir uma dor gigantesca. Mesmo sendo doentio, mesmo machucando tanto. Eu me importo mais do que tudo, eu quero mais do que qualquer coisa que dê certo. Eu amo pra caralho, entendeu? Eu te amo pra caralho, e nada vai conseguir mudar isso. Eu te amo mesmo que isso doa tanto que eu às vezes nem aguente. Eu odeio quando você some, quando você me responde mal, odeio tua mania de me quebrar com palavras, odeio quando você escolhe a frase que mais vai me machucar. Mas eu amo o teu abraço mais do que qualquer coisa, eu amo o teu beijo e amo como você me faz bem. Amo a segurança que eu sinto nos teus braços, amo o teu sorriso, ao tuas covinhas e tuas mãos grandes que envolvem as minhas como se fossem duas pedras preciosas. Amo quando você me chama de vida, anjo, e amo quando você diz que eu sou o amor da tua vida, que eu sou a mulher que tu sempre procurou. Odeio quando você finge que não se importa, quando você deixa teu orgulho ser maior que o amor. Eu tô aqui, tá bom? Tô aqui na tua cara me declarando, por favor me ouve e valoriza isso, não deixa isso passar. Não deixa uma teimosia boba passar por cima disso. Eu não sou uma otária que não dá valor nos sentimentos. Eu valorizo o que você sente por mim, mas eu odeio o teu medo. Porque esse medo é falta de confiança. E odeio que você não confie em mim pra isso. Eu quero teu amor, e quero isso pra sempre, eu quero você pra sempre, tá entendendo isso? Eu nunca fui de falar essas coisas, porra. Nunca fui de fazer isso. Nunca fui de dizer o que eu sinto, mas por você eu faria qualquer coisa. Por você eu mudaria, eu viro do avesso se for preciso. Eu só quero que você confie em mim e deixe que isso dê certo. Dá uma chance pra isso. Deixa o orgulho de lado e coloca amor no lugar dele. Faz isso por mim, e eu te garanto que você encontrou alguém pra vida toda. Eu tô aqui, e não vou embora. Mas você precisa me deixar ficar. 

10:44 pm  •  16 April 2014  •  1 note